INDONÉSIA: ATUALIZAÇÕES SOBRE XS PRISIONEIRXS ANARQUISTAS EM YOGYAKARTA

 

protesto durante o 1 de Maio em Yogyakarta, no território dominado pelo Estado da Indonésia.

via MPALOTHIA

tradução tormentas de fogo

“A prisão é um marco no caminho dxs revolucionárixs rumo à liberdade. É uma parada intermediária, mas não é o fim”Conspiração de Células de Fogo

Desde o dia 1o de maio de 2018 até hoje (4 de julho de 2018), xs prisioneirxs anarquistas em Yogyakarta ainda não enfrentaram processos judiciais. As informações recebidas são de que xs prisioneirxs anarquistas deveriam ter sido transferidos para a Prisão Cebongan em Sleman em 29 de junho de 2018, pois o promotor xs mantém na delegacia de polícia de Yogyakarta desde 1º de maio para o processo de investigação. No entanto, a transferência planejada foi cancelada e o período de detenção na delegacia de Yogyakarta foi prorrogado até 30 de julho de 2018, com base em mais investigações.Acreditamos que o processo de investigação prolongada é devido a este caso ser politizado, é evidente, pelas muitas opiniões que vieram à tona, que a ação no 1º de maio foi um ato de oposição contra o governo.

Quanto à condição dos prisioneiros anarquistas de Yogyakarta, um deles, Brian Valentino (UCIL), foi levado ao hospital devido a problemas respiratórios e problemas de estômago. Agora, Ucil ainda está se recuperando, mas ele continua de bom humor e está sempre espalhando sorrisos para outros prisioneiros. Quanto axs outrxs prisioneirxs anarquistas, todos estão em boa saúde física e psicologicamente, mas sabemos da pressão que sofrem de várias partes, especialmente da polícia e do estado.

Continuaremos a fornecer informações sobre a situação dxs prisioneirxs anarquistas e o andamento do caso. Obrigado a todxs xs amigxs que demonstraram solidariedade para xs prisioneirxs anarquistas de Yogyakarta.

“Infelizmente, o sonho que carregamos em nossos corações é grande demais para evitar o risco de nos encontrarmos contra a parede monstruosa de autoridade erguida em defesa do Estado e do Capital” Nicola Gai

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.